Valor agregado e valor percebido


Se você está entrando no mercado de trabalho, deve ouvir muito algo do tipo: “se prepare, hein! Você precisa estudar mais, se aprimorar... Mas de nada vai adiantar você fazer uma pós, ou aprender mais um idioma se isto não for percebido como um diferencial seu de qualidade.


Por isso, é fundamental que aquilo que você agrega à sua formação, ao seu currículo, seja percebido como uma VANTAGEM por quem vai contratar você. Existe um conceito básico de comunicação que trata de VALOR AGREGADO (VA) e VALOR PERCEBIDO (VP). O VA é o atributo que você soma à sua experiência (um curso, um intercâmbio...). Mas o que interessa ao contratante ou às pessoas que podem indicar você pra uma vaga é o BENEFÍCIO que isso traz. Por isso, no seu currículo ou durante uma entrevista, faça uma breve apresentação pessoal dando ênfase ÀS VANTAGENS, OS BENEFÍCIOS em contratar você.


Em vez de dizer: “FIZ O CURSO X ou FIZ UM INTERCÂMBIO, diga COM O CURSO X E O INTERCÂMBIO QUE FIZ, APRENDI A TRABALHAR COM PRAZOS CURTOS, A ADMINISTRAR SITUAÇÕES DE PRESSÃO PARA ATENDER BEM O CLIENTE e etc. Ou seja, diga o BENEFÍCIO, A VANTAGEM que você oferece com aquilo que você agregou ao seu currículo. Como dizia o publicitário David Ogilvy, COMUNICAÇÃO NÃO É O QUE VOCÊ FALA, MAS O QUE O OUTRO ENTENDE.


Quer saber mais sobre comunicação e como ela pode ajudar você no seu dia-a-dia, fique ligado aqui na nossa coluna. Até mais!


Luciano Oliva

25 visualizações0 comentário