Estudantes ganham mais tempo de preparação no vestibular

Plano de estudos, foco e disciplina são fundamentais




É bastante comum ouvirmos os estudantes, que irão prestar vestibular, reclamando da grande quantidade de conteúdo a ser estudada para os exames, em um intervalo de tempo relativamente curto. Em meio à difícil situação que vive o Brasil e o mundo por conta da pandemia do coronavírus, os alunos poderão tirar algo de positivo. Várias universidades estaduais cancelaram suas provas, com isso os alunos ganharam mais tempo de preparação. Entretanto, mais tempo sem organização é armadilha.

As datas mudaram, porém os objetivos seguem os mesmos. Se o aluno não estava com a intensidade de estudos ideal, agora ganhou uma segunda chance. “Com esse novo cenário, os vestibulandos têm mais tempo para aprenderem, revisarem e fixarem o conteúdo. Os alunos precisam continuar estudando, mas de forma organizada e com uma rotina clara, pois o tempo a mais pode criar uma falsa e perigosa impressão de que se pode deixar para depois. E aí, quando menos se esperar, eles estarão de novo correndo contra o tempo, para recuperar a matéria perdida”, explica Caroline Lucena, Coordenadora do Ensino Médio e do Pré-vestibular do Elite Rede de Ensino.

Segundo Caroline, ter um local bem iluminado, bem organizado e criar um plano de estudos é de suma importância. “No Elite, todas as coordenações de unidades estão orientadas a atenderem e ajudarem os alunos neste sentido. Assim, se o estudante não consegue se organizar sozinho, ele pode recorrer à sua coordenação. Nesse período, a escola está com aulas onlines e a plataforma disponível também sugere horários de estudos e horários de exercícios, com tempos divididos por disciplina”, destaca Carol.


Suspensões


No Rio de Janeiro, a UERJ suspendeu seu primeiro exame de qualificação que seria aplicado em sete de junho. O novo calendário ainda não foi divulgado e até então todos os eventos relacionados a este vestibular estão suspensos, as reclassificações do último vestibular também estão suspensas. Em Ponta Grossa (PR), a UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) adiou o vestibular de inverno, previsto para julho de 2020, a nova data será divulgada posteriormente. Os demais processos seletivos da universidade, com provas no fim do ano, permanecem inalterados, incluindo o processo seletivo seriado.

Em Maringá (PR), a UEM (Universidade Estadual de Maringá) adiou o vestibular de inverno, as provas seriam nos dias 12 e 13 de julho, novas datas ainda não foram definidas. A UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina) suspendeu o vestibular de Inverno, que seria no dia 31 de maio, assim como as inscrições que teriam iniciado no dia primeiro de abril. O novo cronograma do vestibular de inverno será divulgado posteriormente.

A UFT (A Universidade Federal do Tocantins) suspendeu a aplicação das provas do Vestibular 2020/2 e ainda não há novas datas para a prova e nem para as etapas posteriores. Inicialmente, a avaliação estava prevista para o dia três de maio e o resultado (18/06) e outras chamadas: 30/06, 08/07 e 17/07. No Triângulo Mineiro, a UFU (Universidade Federal de Uberlândia) suspendeu a aplicação das provas do Vestibular 2020/2. Um novo cronograma será divulgado posteriormente. As provas da primeira fase seriam aplicadas em 25 e 26 de abril, já a segunda etapa seria realizada em seis e sete de junho.


Datas do Enem mantidas


As datas do Enem estão mantidas pelo Ministério da Educação. Nesta edição, terão provas digitais e impressas. Será a primeira vez que o candidato terá a opção digital. A adesão a versão digital será opcional no ato da inscrição, até um total de 100 mil participantes. As inscrições para as provas impressas e digitais serão entre 11 e 22 de maio. O Enem digital está mantido, os exames serão 11 e 18 de outubro. As provas impressas também estão mantidas, acontecerão nos dias primeiro e oito de novembro.


Fonte: Entrerios Jornal

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo